terça-feira, 30 de junho de 2009

O BERÇO


"Construa o bem, o amor, a paz, a saúde, a harmonia em sua mente. Construa. Porque a mente é o berço de nossas ações. Antes de tudo, é ali que tudo acontece". - J. Costa Jr.
Ilustração: Chackras (campos de força)

segunda-feira, 29 de junho de 2009

O VELHO E O MAR


É antes uma fábula que um romance. Na verdade, é um conto. Assim como "As Neves do Kilimandjaro" do mesmo autor. Este, é mais longo, mas não menos interessante. Vez por outra, faz bem fechar os olhos para este mundo para mergulhar no mundo sonhado pelos grandes escritores. Hemingway idealizou um mundo onde o ser humano pode ser destruído mas não vencido. Em cada palavra que escreveu, com desespero, buscou trazer este mundo para a realidade. Cansou de fazê-lo em 02 de julho de 1961. Talvez, com a certeza de que a empreitada não vale a pena. Santiago, o velho pescador protagonista do livro, pode ter chegado à mesma conclusão. E você, leitor? A que conclusão chegará?

MAL DO SÉCULO. AINDA.

"O maior problema da nação brasileira não é político, econômico ou social, é moral. Somos moralmente deficientes. Suscetíveis ao pior vírus. E a esperança, não é a nossa geração, mas aquela que irá ocupar o nosso lugar, não amanhã, mas daqui a 100, 200 anos. Quem sabe". - J. Costa Jr.

sábado, 27 de junho de 2009

ISTO É PECADO!



"Se você é capaz de acreditar em algo que não existe, então você crê em Deus. Este Deus, humano, concebido pela humanidade à sua imagem e semelhança". - J. Costa Jr.

HUMANIDADE


"Enquanto a humanidade for capaz de produzir cenas como esta não há razão nenhuma para acreditar em coisas como política e religião" - J. Costa Jr.

A BELA DA TARDE


Ingrid Bergman, deusa sueca, atriz admirável (1915-1982)

UM DEDINHO DE PROSA


Ando muito pensativo ultimamente. Madrugadas a fio passo refletindo sobre meu futuro incerto. Imaginei muitas coisas e fiz quase nenhuma. Ando com pressa de me reformar moralmente, e sabe, quando isso acontece, mêu, pode mandar abrir e limpar o gavetão. Mas enquanto o glorioso momento não chega, escrevo. Essa noite, por exemplo, para efeito de consolo fugaz lembrei-me que São Paulo perseguia os cristãos, e Santo Agostinho adorava as tavernas, os alambiques e a vida mundana. Sêneca disse que via o que era o melhor e aprovava, mas seguia sempre o que era o pior. E J. Costa Jr. (este vocês conhecem) disse certa ocasião, no convívio salutar dos amigos etílicos que, entre Deus e o Diabo preferia a si mesmo.
Daqui a algum tempo vão dizer que o Mago Jackson comia criancinhas, na mais chula acepção da palavra. Vixi!
São coisas que me fazem refletir e ter um décimo de segundo de esperança. Até que eu me lembre da minha crença que, ter esperança é desvalorizar o merecimento. Não farei como o ex-craque e comentarista esportivo Neto da TV. Bandeirantes que esta semana durante uma transmissão soltou a seguinte pérola: “É preciso acreditar na fé”. Anotem aí: Neto, filosófo corinthiano, 2009 d.C.
Por isso é que eu gosto do Cortazar e do Bukowski, acho Camus um fresco e Dostoievski um babaca, um masoquista enrustido. E Flaubert, tá, vamos completar o Jardim Zoológico: uma bicha comportada. Bichona, mesmo!
Segura peão! Começou a caça às bruxas. De novo? De novo, não? Deixem o Torquemada dormir em paz.
Bem, isso quer dizer que Deus não esqueceu da humanidade. Afinal, temos Obama, Lula, Sarney... Opa! É. Temos Silvio Santos! Pelé. Roberto Carlos. Caetano... E o rei Momo, não... Bolonaldo. É.
Por ora, ainda estamos ganhando de goleada dos gringos. Eles já perderam do seu manjado baralho as preciosas cartas: Sinatra, Marilyn, Elvis, Wayne, Dean, e agora o Jacko.
Quem disse que brasileiro não ganha uma de norte-americano. Ah, ganhamos, sim, dia desses, 3 x 0. Por isso que as enchentes terminaram, a fome desapareceu, brotaram gênios da terra enlameada que o homem há de comer, e, em cada esquina, encontrou-se uma nota de 500 euros. E ninguém precisou orar pra que isso acontecesse. Nem o Sarney. Pronto, eu disse. E não digo mais, até o próximo sábado.

sexta-feira, 26 de junho de 2009

PROVOCAÇÕES


"Todos podem participar da guerra como soldados. Mas, ser general é privilégio dos escolhidos" - J. Costa Jr.
Foto: General Patton - Comandante do 3o. Exército USA na 2a. Guerra Mundial

quinta-feira, 25 de junho de 2009

INVENCIBLE


Brilhar no céu
E na Terra,

Deixar um rastro
De lembrança
Pelo que fizestes
De ternura
Pelo que deixastes
O que é o tempo
Para os que conhecem
A magia
De ludibriar a razão

Do corpo fizestes poesia
E da voz, encanto e sedução
Promovestes o delírio
Renovastes o sonho
O fim de uma era
É o que significa
A partir de hoje
Esta data
Agora um novo horizonte
Abre-se diante de teus olhos
Um caminho
Que você acreditou
Jamais existisse
O show não termina
A melodia não cessa
O sonho não se desfaz
Os grandes não morrem
Eles se abdicam
E se transformam

Porque um dia, talvez
Ressurjas como antes
E como antes
Tragas sua caixa de sonhos
Menino ousado que viestes
Anjo sem asas
Como voltastes
Michael

quarta-feira, 24 de junho de 2009

AO NORTE, AS BORBOLETAS


"Cumpra o seu destino. Mesmo que sob o cinza da manhã, mesmo que ele lhe traga uma lágrima e um olhar de despedida ao anoitecer" - J. Costa Jr.

OUT


"Para os inteligentes que nada carregam no coração, lidar com a ideia da morte é indiferente. Para os ignorantes, a idéia é insuportável" - J. Costa Jr.

CREDO

"Pior que as religiões só a política. Os que se declaram contra o Anarquismo, sabem que a corrupção, para existir, deve obedecer a um sistema que o Anarquismo não possibilita e que os homens livres e de pensamento livre abominam" - J. Costa Jr.

terça-feira, 23 de junho de 2009

SALADINO


"Eu enxergo, entendo, aceito e dialogo, ouço e compreendo, o que a maioria dos medíocres como eu, temem por desconfiança e repudiam por hipocrisia. Eu sei, e, não sou único, que na verdade sou apenas mais um dentre os muitos da minoria, que assim como eu, sabe que existe vida do lado de lá. É por isso que pretendo levá-lo por um caminho que conheço como a palma da mão e o qual, você, jamais percorreu. É por isso que, dentro de mim, algo se refaz, quando anoitece, e as nuvens se dissipam e a estrelha brilha. É por isso que meus dedos parecem querer destruir o teclado. E o ritmo alucinante em que tudo acontece em minha mente, faz as idéias se perderem. Mas eu as encontro. Senão agora, no instante seguinte. Porque as idéias, elas me pertencem. E meus pensamentos se confundem, confundem meu espírito, e aqueles que me ouvem e me vêem. Eles me respeitam. Sabem quem sou. E você?".

domingo, 21 de junho de 2009

CONTRADIÇÕES

"O maior erro que se comete é insistir com as coisas quando a razão delas existirem já não existe mais". - J. Costa Jr.

MISTÉRIOS REVELADOS

VERDADE: Barrichelo só volta a vencer um GP se largar sozinho.
MENTIRA: Ele quebra no meio da corrida.

BIZARRICES JUNINAS


Praça dos Aposentados, em Rio Claro, ainda não foi inaugurada, embora exista desde 2004. Claro, vão esperar que ela complete 35 anos de contribuição.

sábado, 20 de junho de 2009

EU NÃO.


Acabo de defecar. Que outra maneira mais nojenta de se iniciar uma discussão? Sim, é o que pretendo. Quero provocá-lo, tortura-lo, até convencê-lo de que você deve de vez por todas esquecer esse negócio de leitura e livros.
Por que a fonte 12 não executa as acentuações?
O quê?
Você sabe o que tem haver o botão de rosa e o desodorante?
Não. Não sabe. Depois eu lhe conto. Deixe-me por ora prosseguir com meu fluxo de pensamento contínuo em busca das famigeradas digressões.
Pare de falar difícil, seu energúmeno! Esse povo não entende dessas coisas. Eles querem saber sobre sua vida, o que você fez e como está, o que pretende fazer, como está vestido, que número você calça, em que é formado, onde se formou, qual foi o seu primeiro emprego, e se você tornar público o relato do seu primeiro beijo, certamente convencerá outros tantos imbecis a clicar sobre o seu nome pra ler, ou fingir que leu, um período, um parágrafo, uma frase, uma palavra, o título, tá, o título, isso, o título de um texto seu.
Deixe isso pra lá. Volte para o seu trono, volte a defecar. O presidente Lula espera pelo seu telegrama perfumado via cabo subterrâneo. Mas, cuidado, evite que a merda exploda na cara dele. Isso dá problema. E problema é algo que você já possui em boa conta.
Aprendi mais uma. O Word não adiciona merda ao dicionário. Inteligente esse sujeito. O Mr. Word.
Vou tentar de novo.
Merda.
Não adianta. Deixa. Recosta na cadeira, faz aquele olhar de intelectual com sofreguidão, junte as mãos sobre a testa e levante os cabelos de sobre os olhos até o alto da cabeça, e assim permaneça. Isso. Aproveita enquanto tem cabelo.
Você viu alguém passar ao seu lado, não viu? Ele vestia preto. E estava sentado no trono antes de você ocupa-lo para defecar.
São 21 e 57 da noite. Ontem passei as horas acordado. Todas elas. Agora bate o sono. Mas eu resisto. Tenho pouco tempo. Seis anos, segundo os médicos. Instantes, segundo minha vontade. Mas esta não prevalece. Que há de se fazer? Dessa vez vai ser assim. Tudo passa. A terra é redonda, o mundo gira, a gente escreve: Merda.
De novo? Não adianta. Não adiciona ao dicionário. O que será que Mr. Word tem contra a merda? Fosse ele inglês. Mas é americano. E americano não come todos os dias o delicioso X-Merda no MacMerda?
Escute aí ô do copidesque. É o autor desta merda de texto quem está dizendo todas essas merdas. Ouviu?
Acho que sim.
Engraçado. O sono foi embora. Eu abri 90 vezes o arquivo onde está “Verão se despede”. E nada feito. Não funciona. Não funciona mais.
Dessa vez, fiz o caminho inverso. Comecei pelos grandes desafios (romances, novelas, contos, poesias) e termino com os de menor importância: poeminhas de bar, artigos e crônicas que os vestutos jornais locais rejeitam. E merda.
Vou parar com isso. Farei como as formigas, elas se beijam umas às outras. E não fazem merda. Você viu merda de formiga alguma vez na vida? Eu não.

sexta-feira, 19 de junho de 2009

O GRANDE ARQUITETO


"O céu é infinito, mas imagine se todos os animais voassem. Por isso é que alguns são, outros já foram e, outros ainda, se preparam para ser: vitoriosos" - J. Costa Jr.

quinta-feira, 18 de junho de 2009

VERSÃO BRASILEIRA...


"Um país que tem leis demais tem ordem de menos" - J. Costa Jr.

ALCAIDES FOREVER


Um, prometeu que botaria na cadeia o antecessor. Nada fez.


Outro, prometeu que faria tudo, e fez. Quase todas as contas dos seus dois mandatos foram rejeitadas.


Mais outro, prometeu cinco grandes obras para a cidade. Onde estão?


Outro ainda, prometeu que romperia contrato vultuoso já firmado. E até agora...?


Se você ainda não acredita que o raio cai duas vezes no mesmo lugar passe a acreditar.

quarta-feira, 17 de junho de 2009

MASSA FALIDA


"A razão demonstra, os números esclarecem, os fatos explicam, mas os políticos brasileiros fazem das respostas evasivas argumentos para sempre afirmarem a mesma coisa: Veja, não é bem assim, senhoras e senhores" - J. Costa Jr.

terça-feira, 16 de junho de 2009

DUELO FINAL


"A vida começa aos 40. Quando você acorda pela manhã e a primeira coisa que lhe vem à cabeça é uma pergunta que você se faz: Qual a minha chance?" - J. Costa Jr.

segunda-feira, 15 de junho de 2009

DAVI E GOLIAS


"Philip Roth lança no Brasil "Indignação", seu mais recente romance. E, aos 76 anos, já tem outros dois concluídos para lançamentos em 2009 e 2010. E eu, perco meu tempo - que já quase não possuo - em publicar idiotices na Internet, que fará meia dúzia de semi-analfabetos que se imaginam leitores se masturbarem de prazer e tédio diante da tela do computador. E eu não sou Philip Milton Roth. Imagine! Eu sou a formiga". - J. Costa Jr.

domingo, 14 de junho de 2009

MEIAS VERDADES


"Há razões que o presente justifica e o futuro desmente" - J. Costa Jr.

sábado, 13 de junho de 2009

CAMPANHA HUMANITÁRIA


Exercite a paciência. Frequente fila de banco.
Ilustração: "O Grito" de Edvard Munch.

SR. ROBIN HOOD


Não sei o que dirão os outros e sinceramente não me interessa. Mas ele era meu amigo. Fez parte da melhor fase de minha vida. Nós nos conhecíamos desde os 4 anos de idade, quando, quase simultaneamente nos mudamos com nossos familiares para a mesma rua, ou melhor avenida.
Ele era um sujeito inteligente, mas tinha outras duas virtudes, por vezes mal compreendidas, a audácia e a ambição. Descobria antes de nós todos, seus amigos, as coisas que logo se tornariam importantes, porque era sempre bem informado. Conversava em pé de igualdade com os adultos, e até de minha irmã conquistara simpatia, o que pode ser considerado um feito brilhante. Eu freqüentava a sua casa, a casa de seus pais, e ele a minha. Aos finais de semana, íamos para a chácara de seus pais onde nadávamos, jogávamos baralho, assistíamos à televisão, e comíamos e bebíamos e nos divertíamos. Sempre passeávamos juntos, no parque de diversões, no circo, nas viagens à Piracicaba, quando seus pais iam fazer compras no extinto Jumbo Eletro. O pai dele era um ás do volante. Todo final de semana havia um passeio, e eu era sempre convidado. De modo que ele, eu e seu irmão mais novo, formávamos um trio inseparável. Sempre me chamara a atenção o modo descolado como ele tratava seus avós paternos, Vó Coroca, Vô Arbino, enfim, eu não tinha essas intimidades com minha única avó que cheguei a conhecer.
Depois que meu pai vendeu o sítio e a granja eu só fui cavalgar quando ele me convidou pra conhecer um sítio de um parente seu.
Jogar futebol não era com ele, embora fosse esforçado, e só. Mas fora ele, dentre tantos garotos frustrados desta cidade que conseguiu tirar uma foto ao lado do Dr. Sócrates, quando o Corinthians veio jogar com o Velo Clube, em 1979, pela Divisão Especial. Advinha, por sinal, quem teve a idéia de ir a Campinas, meses antes, e fazer bandeiras, e comprar camiseta pra torcer pelo Velão? E quem atirou para o alto um sorvete de massa que foi cair justamente em cima do prefeito da época quando o Rubro-Verde marcou o terceiro gol.
A outra virtude dele era a generosidade. Algo que muitos por aí, tidos como santos, não possuem.
Ele sempre procurava chegar primeiro, ser o primeiro, em tudo, mas egoísta, jamais fora.
Pois é. Aí passa o tempo, e já adolescentes, quase simultaneamente, também nos mudamos daquela avenida que de tanta saudade faz remoer o coração. E nossas vidas tomaram rumos diferentes, e nossa convivência deixou de existir. Pena.
Ele começou no mundo dos negócios criando e vendendo cavalos, e é tudo o que sei. Algumas vezes ainda encontro com seu irmão mais novo, também meu amigo, e fora quando soube algo sobre ele.
Certa feita, através desse seu irmão, convidou-me para ir trabalhar consigo, mas em Curitiba/PR. Disse-me que precisava de alguém de sua confiança. E não pude ir. E sempre me arrependi disso.
Ele pilotava avião e helicóptero. Falava inglês e espanhol, e se bobear até chinês Conhecera o mundo. Fizera, conforme dizem fortuna. E creio sinceramente que fez e teve tudo o que queria.
Agora, aos 42 anos termina os seus dias de maneira trágica. O que pode ser difícil de aceitar, mas fácil de entender. Em se tratando dele tudo devia ser grandioso, do tamanho de sua audácia e ambição.
Para mim ficam as lembranças, e um carinho todo especial, por alguém que fez parte da melhor época de minha vida.
Pode partir em paz Clévio, meu amigo, e esqueça aqueles que o acusam, porque eles não conhecem a sua história desde o início. Muito embora, se o conheço, e acredito que sim, você nunca deu a mínima pra eles.

sexta-feira, 12 de junho de 2009

CAMINHO


"A oração é um instante de fé, em silêncio, quando a alma se encontra com a divindade existente em si mesma" - J. Costa Jr.

quarta-feira, 10 de junho de 2009

APRENDER É VIVER


Escribas egípcios já usavam tinta para escrever. A esferográfica foi inventada em 1935 pelo húngaro Laszlo Biro. Anos depois, ele venderia a patente para o norte-americano Eversharp-Faber e para o francês Marcel Bich.

segunda-feira, 8 de junho de 2009

ESPELHO


"Escritor é aquele que se reinventa. É aquele que sai pela manhã à procura do sol, mas que não se importa de dialogar com as nuvens, e encontrar refúgio nas sombras e na tempestade. É aquele que desaparece aos sábados, aquele que, enfim, aceita e compreende que história é apenas o momento que se foi e nunca voltará. Escritor é aquele que sabe que na história, seja qual for, ele é apenas um personagem. Às vezes, oculto" - J. Costa Jr.

A BELA e a FERA

domingo, 7 de junho de 2009

VEREDAS


"Poesia, talvez, seja caminhar na escuridão, fustigado pela fúria do vento, atormentado por vozes dissonantes, atacado por mãos ignóbeis, sem saber, sem jamais saber, se o próximo passo levará ao destino" - J. Costa Jr.

MÚSICA de DOMINGO

sábado, 6 de junho de 2009

DIA D - 65 ANOS


06 de Junho 1944 – Desembarque das tropas aliadas na Normandia. – Há instantes na vida em que o homem não luta apenas por seu país, sua família, seus amigos, ele luta pela humanidade, pelo direito universal de ser livre.

quinta-feira, 4 de junho de 2009

ANALOGIAS


"O melhor carro (corpo), o melhor combustível (fé), o melhor pneu (preparo), o melhor engenheiro (anjo de guarda) só fazem de um piloto (nós) campeão, se o piloto (nós) se colocar em movimento". - J. Costa Jr.
Crédito da Ilustração: http://www.fiquenobem.blogspot.com/

GOOD BYE, KUNG FU


Nos anos 70, ele ficou conhecido do público brasileiro ao estrelar na tevê a série Kung Fu. Faleceu hoje aos 72 anos, em Bangcoc, Tailândia, o ator DAVID CARRADINE. Ele filmava "Strech" do diretor Charles Meaux. Teve participações importantes nos filmes "Ovo da Serpente" de Bergman e "Sexy e Marginal" de Scorsese. Ao final dos anos 70, enfrentou dificuldades com alcóol e drogas. Porém, foi reabilitado para a vida e para o cinema, em 2003, pelas mãos de Quentin Tarantino nos filmes Kill Bill 1 e 2.

Foto/Ilustração de: http://www.minhainfancia.com.br/

Relembre:

quarta-feira, 3 de junho de 2009

VEJA ISTO

ISTA - Um filme de Lourenço Favari, baseado no monólogo de Favari Filho.

Ista

OBRIGADO! APLAUSOS, POR FAVOR.


Quem gosta de inverno é urso. Quem se esconde é covarde. Quem aparece, é vidraça. Mas pode ser pedra. Ou palavra. Depende.

terça-feira, 2 de junho de 2009

33 DIAS


"Os homens são pequenos demais diante das instituições. Mas são os homens que constroem as instituições, o que significa que o homem é sempre o seu pior inimigo e o seu próprio carrasco". - J. Costa Jr.

NÃO TENTE FAZER ISSO NO QUINTAL DE SUA CASA


Saiba porque assistindo ao vídeo: http://www.youtube.com/watch?v=zXoDvf7jsZ0
Crédito da ilustração: img.photobucket.com

DICA DE VÍDEO

Kino-Olho No. 3.
Num filme como este, os detalhes ganham uma dimensão extraordinária. A caracterização do personagem, seu gestual, a música de fundo, a luz. Não há diálogo. As palavras se traduzem em gestos que comunicam do mesmo modo.
Segue o link: http://www.youtube.com/watch?v=W5njOstoUDk

segunda-feira, 1 de junho de 2009

TODA FORMA DE PODER É UMA FORMA DE MORRER...


"A existência humana só é curta para os que não conhecem a dor. Para os que a conhecem, ela parece eterna". - J. Costa Jr.

20 ANOS. PRA LEMBRAR OU ESQUECER?




Governo da República Popular da China massacra estudantes que pediam a democracia. O nome do local da bárbarie: Praça Celestial. Ironia do destino?