segunda-feira, 29 de junho de 2009

O VELHO E O MAR


É antes uma fábula que um romance. Na verdade, é um conto. Assim como "As Neves do Kilimandjaro" do mesmo autor. Este, é mais longo, mas não menos interessante. Vez por outra, faz bem fechar os olhos para este mundo para mergulhar no mundo sonhado pelos grandes escritores. Hemingway idealizou um mundo onde o ser humano pode ser destruído mas não vencido. Em cada palavra que escreveu, com desespero, buscou trazer este mundo para a realidade. Cansou de fazê-lo em 02 de julho de 1961. Talvez, com a certeza de que a empreitada não vale a pena. Santiago, o velho pescador protagonista do livro, pode ter chegado à mesma conclusão. E você, leitor? A que conclusão chegará?

Nenhum comentário:

Postar um comentário