terça-feira, 2 de março de 2010

O VENEZIANO

Filho de um barbeiro, padre, autor de As Quatro Estações. Embora virtuoso, teve a maior parte de seu repertório descoberta em Genova e Turim, apenas na primeira metade do século XX.
O veneziano Antonio Lucio Vivaldi (1678 – 1741) compôs nada menos que 46 óperas, 73 sonatas, 100 árias e 30 cantatas, além de serenatas e sinfonias.
Era conhecido como “o padre vermelho” por causa de seus cabelos ruivos.
Foi iniciado na música pelo pai, que muito cedo, o matriculou na escola de música da Capela Ducal de São Marcos, em Veneza.
Ensinou violino num orfanato para moças onde conquistou admiração e respeito, além de ter composto para elas boa parte de seus concertos, cantatas e músicas sagradas.
A saúde frágil não o teria impedido, porém, de haver arrebatado vários corações.

Nenhum comentário:

Postar um comentário