sábado, 15 de maio de 2010

POVO QUE NÃO LÊ

A gente se esforça em não querer acreditar mas parece inesgotável a capacidade da pré-candidata Dilma de dizer besteiras. A sua mais nova pérola, destacada na edição de hoje do Jornal Cidade de Rio Claro, é sobre o aborto: "Não acho que ninguém quer arrancar um dente e ninguém tampouco quer tirar a vida dentro de si". Ou seja, à parte o hermestismo redundante do "tirar a vida de dentro de si" tem aquela do colocar a importância de um dente arrancado no mesmo patamar de uma vida interrompida sem o legítimo direito de defesa.
Já temos um presidente que se orgulha de não possuir o hábito da leitura. E agora, parece que caminhámos a passos céleres para os braços de uma presidenta que se revela desprovida da prudência de pensar antes de dizer.
O que, eventualmente, pode se constituir uma preocupação, haja vista que basta que alguém espirre no longíquo e insignificante Brogodó do Norte para que as bolsas de valores do mundo todo comece a dar os seus chiliques.
Acalme-se leitor. O time da Várzea já foi para o brejo na Libertadores. E 2012 vem aí.

Um comentário:

  1. Esse pessoalzinho costuma falar muitas besteiras mesmo, essa pérola da Dona Dilma é bem do estilo deles.
    Dia desse o "nosso" presidente comparou a Dona Dilma ao Nelson Mandela! Eu fiquei bestificado, não tem nada a ver uma coisa com a outra!

    ResponderExcluir