quinta-feira, 1 de julho de 2010

UM PASSO ATRÁS, DOIS À FRENTE.

Nevoeiro Jr., três vezes prefeito de Rio Claro, homem culto, empresário bem sucedido, humanista, e com os olhos voltados ao futuro, também é baixinho e possui o olhar dos ingênuos, mas de bobo não tem nada. Reuniu a imprensa local na última terça-feira (30), para comunicar que não disputará um mandato a deputado nas próximas eleições, como era previsto. O motivo, segundo suas próprias palavras: não possui vocação para o parlamento. O que, aliás, todos já sabiam. Disse que apoiará Aldo Demarchi à reeleição à Assembléia Legislativa de São Paulo. E, na próxima semana, declarará seu apoio a um candidato à Câmara dos Deputados em Brasília, que, necessariamente, deva ser de Rio Claro.

Assim, conquista a simpatia do eleitorado rio-clarense, que finalmente, parece ter compreendido a necessidade de ter um representante na esfera política federal. E mais, sai por cima e com ares de vencedor, porque o eventual candidato apoiado por ele, terá, se eleito, no mínimo, um compromisso moral com Nevoeiro, na próxima eleição municipal, da qual, o ex-prefeito já se anuncia como pré-candidato.

É inegável a vocação e habilidade política de Nevoeiro Jr., que, sem dúvida, merecerá um capítulo à parte nos anais da história política de Rio Claro.

Prefeito pela primeira vez em 1977, já havia sido vereador em 1969, aos 23 anos. O fato de ter sido prefeito em três épocas distintas (1977-1982, 1992-1995 e 2005-2008) indica a sua influência e aceitação por parte do munícipe rio-clarense que o vê como um prefeito realizador. Sua permanência no cenário político local há mais de 40 anos se deve também à incapacidade dos seus opositores (que, por sinal, são muitos) em justificar a confiança do eleitorado rio-clarense, quando, no exercício do poder, numa clara demonstração de que, em Rio Claro, a esquerda aprendeu nas últimas décadas a se organizar para conquistar o Palácio de Mármore da Rua 3, mas não sabe se suportar e se manter unida quando tem o poder em suas mãos. Deixa-se levar pelos acordos e compromissos assumidos em detrimento de uma eficiência que torne a administração pública ao feitio dos anseios da população.

A derrota faz o homem rever seus conceitos e suas posições. O que diferencia a atual estratégia de Nevoeiro Jr. das anteriores, é se manter em evidência na mídia local. É não se omitir aos assuntos de importância em questão, é responder à altura os ataques de seus oponentes. E, inteligente que é, tem escolhido o mais importante veículo de comunicação de Rio Claro para fazê-lo. O que sugere, em princípio, que o candidato que irá apoiar para deputado federal seria o empresário e também ex-prefeito, Lincoln Magalhães. Se for, terá sido muito boa a escolha.

Pra terminar, da maneira como, infelizmente, vai o atual governo municipal, alguém dúvida que em 2012, os olhos do eleitor rio-clarense, ficarão novamente tentados a passar o bastão do poder a quem já o exerceu por três vezes, e que, no inconsciente coletivo do eleitorado melhor representa a classe política local?
Foto ilustrativa: Jornal Cidade de Rio Claro.

Um comentário:

  1. Olá Costa,
    Visitei pela primeira vez o seu blog e gostei muito. Você é realmente um cara inquieto, "estribuchando" no corpo... somos dois então!
    Não te conheço pessoalmente, mas qualquer dia desses poderíamos marcar um encontro para trocar figurinhas. Neste texto, em especial, dá pra sentir a preocupação a nos assombrar...
    Parabéns pela persistência e coragem.
    Saudações,
    Alyne Arins

    ResponderExcluir