quarta-feira, 25 de dezembro de 2013

SOB O MANTO DA NOITE (TRECHO)

Capa da edição de SOB O MANTO DA NOITE que deveria ter sido publicada pela Câmara Brasileira de Jovens Escritores.  Mas que decidi não fazê-lo por não considerar à época, o livro ainda pronto.
Há valores que você irá cultivar a vida inteira, não importa se eles lhe tragam alegria ou tristeza, se prazer ou sofrimento. Você não resistirá a eles, por mais que queira, e cresça, porque eles são a sua verdade, a sua natureza, o barro de que você é feito. E no final das contas, não importa nem o que você tenha adquirido, o quanto e nem por onde tenha caminhado, quanto tempo tenha se passado entre uma lágrima e um sorriso, você será sempre o mesmo, porque é um ser único, não importa onde e quando esteja vivendo ou tenha vivido, nem como e muito menos com quem, e nem mesmo o nome que ostentas atualmente ou que tenhas ostentado no passado. E tudo isso por uma única razão: você existe e a culpa não é sua. Você é livre, e esta é a sua única riqueza. A única. – Trecho de “Sob o Manto da Noite” (inédito por enquanto) de Geraldo J. Costa Jr. – 23/12/2013.

Nenhum comentário:

Postar um comentário