domingo, 29 de junho de 2014

MAIS UM FILME ESPÍRITA EM CARTAZ NOS CINEMAS

(Causa e Efeito é o segundo longa metragem do cineasta André Marouço)
Por Geraldo J. Costa Jr.
Se o cinema espírita seguir os passos da literatura espírita, em breve, teremos no Brasil, mega produções do gênero.

Depois do sucesso do filme que conta a história do médium Chico Xavier, protagonizado por Nelson Xavier, e mesmo de obras de menor orçamento como Dr. Bezerra de Menezes, o diário de um espírito, com Carlos Vereza no papel principal, e As Mães de Chico Xavier, além de outras produções, mais um passo nessa direção será dado no dia 3 de julho quando ocorre o lançamento em nível nacional do longa metragem Causa e Efeito do cineasta André Marouço. No elenco Matheus Prestes, Luiz Serra e Rosi Campos, entre outros. Veja aqui o link do trailer oficial: http://www.youtube.com/watch?v=wPx-lKwkZs0 disponível na internet.
O filme fala sobre as causas das aflições, e a trama foi criada com base no capítulo V de O Evangelho Segundo o Espiritismo de Allan Kardec. Primeiro filme espírita absolutamente autoral, produzido pela Mar Revolto Produções, em parceria com a Mundo Maior e Estação Luz Filmes, Causa e Efeito  conta a história do policial Paulo, cuja vida sai da rotina, quando ele perde a esposa e o filho em um acidente causado por um motorista alcoolizado. Revoltado, pelo fato do motorista não ter sido preso, Paulo resolve tornar-se um justiceiro. Ao receber a proposta para matar uma garota de programa, ele se comove com a história dela e ambos resolvem fugir. Na fuga, o casal se apaixona e juntos reajustam suas condutas de vida, auxiliados por um trio de religiosos: um padre, um pastor e um espírita. Ao longo da trama os protagonistas alcançam o amor, a paz e a iluminação encontrando respostas para os seus dramas, cujas causas remontam a uma encarnação passada.
Em 2011, André Marouço já havia escrito e dirigido O Filme dos Espíritos seu primeiro longa metragem, vencedor na categoria  roteiro do Prêmio SESC de Melhores Filmes.
Paulistano, André Marouço, 44, é formado em Marketing pela Universidade Paulista. Já trabalhou na TV Cultura e na Rede Globo, onde atuou como assistente e operador de câmera e diretor de fotografia. Coordenou o projeto Mundo Maior de Cinema que permitia a jovens cineastas a experiência de produzir curtas-metragens.
O fato de Causa e Efeito ser lançado justamente em um período de Copa do Mundo não assusta o cineasta, ao contrário o motiva, porque entende que milhares de pessoas de várias nacionalidades estarão presentes no Brasil e poderão assistir ao filme. Além disso, não há previsão de lançamento de nenhuma grande produção cinematográfica nesse período considerado atípico pelas produtoras norte-americanas, devido o evento esportivo.
Interessado que o filme alcance o mesmo sucesso de outras produções do gênero e permaneça em cartaz nas salas de cinemas por muito tempo, integrantes e adeptos do Espiritismo tem se movimentado nas casas espíritas e nas redes sociais a fim de divulgá-lo e despertar o interesse do público em geral. O próprio cineasta André Marouço tem percorrido o país proferindo palestras com objetivo de divulgar o longa metragem (Aqui o link: http://www.youtube.com/watch?v=O6063Mqommk).

Para a Doutrina Espírita a Lei de Causa e Efeito é uma das leis divinas, portanto imutável e perfeita, e tem por objetivo o bem da criatura humana e não possui caráter punitivo. Dispondo de liberdade para escolher e agir conforme sua vontade e evolução moral, o ser humano estará sujeito à reação natural resultante de seus atos. Ou seja, receberá da vida o que der a ela. Porém, como diz o anúncio do filme, perdoar é uma conquista dos fortes. Na visão espírita é possível reparar os erros semeando o amor e praticando o bem. Em tempos como o nosso, essa máxima soa como um bálsamo de alívio e esperança. O filme Causa e Efeito procura demonstrar isso. 
* Artigo publicado no Jornal Aquarius, edição No. 124, Julho/2014.

Nenhum comentário:

Postar um comentário