segunda-feira, 19 de janeiro de 2015

HOSANA!

Chegará o tempo em que bastará a sombra de uma árvore, ou as águas de um rio ou as ondas do mar que beijam os nossos pés, o gramado de um jardim, um espaço de onde se vê o céu, a companhia de um animal, a percepção do vento, da liberdade e da vida à nossa volta para celebrarmos o contato com a sabedoria e a inteligência suprema que buscamos fora, mas que, em verdade, está dentro de nós, adormecida. E nesse dia talvez não haja mais poder político, econômico, religioso ou qualquer outro surgido da vontade cega do ser humano em conquistas que ele acredita possa lhe proporcionar felicidade. Talvez não haja mais pedra sobre pedra, dúvidas, certezas, livros. Não será preciso. Porque os bons terão perseverado até o fim. E o mundo já terá se tornado outro – g.j.c.jr. – 19/1/2015

Nenhum comentário:

Postar um comentário