sexta-feira, 20 de maio de 2016

PORQUE NÃO ACREDITO

Reprodução
Não quero ser o chato, estraga prazer, nem arauto do caos, porém, não me furto à racionalidade. Àqueles que se esbaldam de esperança com o novo governo, eu lhes pergunto: Que novo governo? Se o grupo político é o mesmo. Mudam as cabeças, o resto do corpo se mantém. O impeachment não foi aprovado na Câmara e no Senado porque nossos representantes estavam convencidos dos crimes de responsabilidade fiscal cometidos por madame. Mas porque precisavam de um pretexto para tirar ela de lá. Fácil entender, quando o time vai mal e perde jogos em sequência e de goleada, quem é que paga o pato? O técnico. No caso aqui, a presidenta. Algo precisou ser feito quando a água bateu no pescoço do empresariado, dos industriais, comerciantes e o pessoal do agronegócio. Banqueiro não, porque banqueiro nunca perde. Então onde buscar apoio? Onde essa elite se faz mais bem representada, na maçonaria, que, mais uma vez, determina o curso da história deste país. Portanto, paremos de hipocrisia. Não tem nada dessa coisa de por fim a corrupção, porque a classe política será corrupta, enquanto a sociedade brasileira for corrupta. A mudança tem que partir de nós. Difícil, não? Portanto, pode mudar a mosca que a (...) será a mesma. O “atual” governo faz no momento o discurso que mais agrada ou menos agride ao povo. Mas na prática, a conversa é outra. E vai ser cada vez mais, sob alegação de que, para por a casa em ordem será preciso sacrifícios. De quem? De nós, trabalhadores, é claro. Estão sim ameaçadíssimas as conquistas sociais. E até que o povo se convença disso será tarde. Paro por aqui. Reiterando de que não acredito em nada que tem comandante e comandados, nada que se organiza, nada que pretende doutrinar, subjugar mentes e corações. Nada.


Um comentário:

  1. Você deveria estar feliz com a perda das conquistas sociais, afinal, clamou por elas diuturnamente no Facebook como se fizesse parte da elite que cita nessa merda de texto aí.Pare de escrever de forma genérica e assuma-se como extremista da direita, ainda que pobre,fodido e (muito) mal pago. E agradeça pelo prestígio de eu ter passado por aqui pois, pelo que vejo, é um recanto desértico da internet

    ResponderExcluir