terça-feira, 13 de junho de 2017

TERCEIRA REVELAÇÃO



TERCEIRA REVELAÇÃO
Por Geraldo J. Costa Jr.
13/06/2017
Chegará o dia, não está longe
Que nos descobriremos todos enganados
Por mentiras que não se sustentam
Por promessas jamais cumpridas
Por vozes que anunciam a redenção, o maravilhoso e o perfeito
Descobriremos que somos o projeto inacabado
Que somos o caminho por onde percorre a ilusão
Sem chegar a destino algum
Somos a carne que apodrece e tão somente a carne
Escravos de um capricho, uma teimosia
Nascidos da insatisfação que move o mundo
Que acreditamos de fato existir, mas
Chegará o dia, não está longe
Que nos descobriremos enganados, traídos
Porque aquele que nunca foi
E pelo outro que jamais virá
E ficaremos nós, pelo caminho
Incertos quanto o amanhã
Perdidos, sem direção
Enganados, traídos
Chegará o dia em que nos descobriremos
E riremos todos uns dos outros
E beberemos de nosso sangue
E nos fartaremos de nossa demência
Cantando em rodas, de mãos dadas, sorrindo
Esperando que levante o sol que se pôs
Atrás de nós
Chegará o dia, e não está longe
Que saberemos melhor seria se não soubéssemos
E não víssemos, nem acreditássemos
A mentira de que tudo é feito
O vazio, a essência de tudo
Ausência que nos faz necessitados
Do nada de que somos feitos
Labirinto sem portas, nem saída
Onde nos encontramos aprisionados, escravos
Feitos para servir a necessidade que não temos
Chegará o dia e não está longe
Que todas as cores se confundirão
Todos os espaços se juntarão
Céu e terra, terra e mar
E seremos deslocados, desprovidos, despossuídos
De algo que nunca nos pertenceu
Olharemos em redor, encontraremos o nada
E quando olharmos para nós não será diferente
O nada

Nenhum comentário:

Postar um comentário